quinta-feira, 24 de novembro de 2011


Não escreva o que sentiria se acordasse comigo. Acorde comigo. Não imagine meu cheiro. Me cheire. Não fantasie meus gemidos. Me faça gemer. O amor só existe enquanto amar.  
Ação. Calor. Verbo. Presença. Milímetros. Hálito.


Gabito Nunes











 

Nenhum comentário:

Postar um comentário